Friday, November 19, 2010

Ingenuidade



Quão difícil é se livrar
Deste amor acostumado
Curtido pelo tempo
Que no pensamento
Levo para o leito
E dele o marco!
Quão difícil é evitar esta angústia,
Esta saudade...

Me falta astúcia
Eu sofro, tu sofres
Neste amor impossível
E olhando o alvo leito
Desejo que antes eu sofresse
Aninhada em teu peito!



Reg.71364533237LuisaDalartesa

1 comment:

Talles Azigon said...

ah me grande Pintora
e grande poeta

você passou mais de uma vez na bacia dos talentos

lindo